sábado, 23 de outubro de 2010

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Independence Day

Cresci ouvindo dizer que no Brasil não se devia comemorar o Dia da Independência, afinal, o país nunca se libertou totalmente das “garras” do capital estrangeiro, do FMI, Bird, etc. Eu, porém, pergunto: qual país nesse mundo é completamente independente? EUA? China? Qual? Gente, entendam de uma vez por todas, vivemos num mundo capitalista globalizado, um país depende do outro. E se o Canadá não quisesse mais comprar dos EUA? E se o Brasil parasse de importar trigo da Argentina? Se o setor financeiro da União Européia está em crise, todo o setor financeiro do mundo sofrerá efeitos dessa crise, em maior ou menor escala. 
Acredito que nós devemos comemorar o Dia da Independência do Brasil com um olhar mais otimista. Afinal, nenhum país do mundo vive dando pitaco de quem o Brasil deve eleger, ou invade nosso território, ou impõe que o país deixe de apoiar o Irã, Venezuela, etc. Todo problema é causado pelo maldito 'complexo de vira-lata' que Nelson Rodrigues já falava desde 1950 que é a inferioridade em que o brasileiro se coloca, voluntariamente, achando que é pior do que o resto do mundo.
Portanto, você querendo ou não, esse é seu país… Valorize-o, pois, se o sentimento de independência não começar dentro de você, ficaremos reféns de Lady Gaga, Beyoncé, Britney Spears, etc… A denpendência cultural. Mas, essa já é outra história.

sábado, 21 de agosto de 2010

Geografia Física

Pessoal, esse site é muito bom! Não deixem de acessar: http://videoseducacionais.cptec.inpe.br/
É so escolher o tema. esperar carregar… e aprender! image

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Início do Horário Eleitoral

E agora temos o horário eleitoral… Para muitos uma chatice, para outros é a oportunidade de conhecer melhor as propostas dos candidatos e decidir o voto. Espero que você (é você mesmo, afinal, não são muitas as pessoas que leem esse blog…) faça parte do 2º grupo. Afinal, o futuro do seu país está em jogo. Analise as propostas, forme a SUA opinião, não se deixe levar porque a Revista Veja escreveu isso, ou a Globo disse aquilo. Não se deixe enganar por mentiras cabeludas que inventam, desconfie logo, informe-se, não seja tolo.
Lembro-me antes da 1ª eleição de Lula para presidente o medo que corria as ruas do tranquilo destrito de Bonança-PE, onde eu residia. Pense numa agonia: “Ele vai fechar as igrejas” – diziam uns desinformados; “Quem tiver duas casas ele vai tomar uma” – diziam os que tinham duas casas, traduzindo: quase ninguém em Bonança tem duas casas; “Ele é Terrorista” – nessa eu quase acreditei, afinal, Lula e BinLaden têm barba…[ironic mode on]  Eu com 13 anos imaginava que isso não ia acontecer de jeito nenhum, mas muitos acreditaram. E, 8 anos depois, tiveram que mudar de opinião sobre os seus motivos pra não votar em Lula.
Enfim, vote por propostas, não por medo. Vote por ideologia, aproveite o “chato” horário político pra isso. Lembre-se que os meios de comunicação possuem interesses próprios. Não se iluda, mas, se já estiver iludido saiba de uma coisa: eu com 13 anos era mais esperto que você…

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Uma Cidade Enlouquecida.


Tenho como hábito e necessidade, caminhar pelo Centro de Recife.
A beleza arquitetônica da madrugada contrasta com uma
cidade enlouquecida no decorrer do dia.
Vi um gerente de funerária, fumando.
Um vendedor de frutas comendo cachorro quente.
Na Rua do Hospício, carros e camelôs nas calçadas, pessoas no meio da rua e
estudantes bebendo em frente à escola
Aliás, em frente a escola , vende-se tudo .
Nessa rua tipicamente brasileira,
de um lado Lojas Americanas, do outro Mac Donald.
Saindo do Hospício...
São 5.40 da manhã e na centenária farmácia dos pobres, mendigos dormem,
Na sacada do Teatro Santa Isabel , dezesseis “artistas”
mostram a arte de dormir nas ruas protegidos pela marquise.
As sete igrejas( não as da Ásia ) sequer percebem
crianças e adolescentes sujas, famintas e dormindo ao relento .
Faltam samaritanos, sobram cristãos.
Omissos.
No centro da grande cidade cabe tudo
Num dia um policial militar comprando dvds pirata
No outro o mesmo policial prendendo vendedores de dvds piratas.
Na frente da igreja universal um mendigo solitário dorme
À espera do amanhecer com prosperidade
Mas é daí se somos um país olímpico?
Ao menos em filas;
Medalha de ouro para a fila do Bolsa Família
Medalha de prata para a fila do Passe fácil – vem prá fila vem
Medalha de bronze para a fila da fundação Altino Ventura.
Há esperança?
Óbvio!
Ontem, numa grande celebração
a Assembléia Legislativa de Pernambuco
com a maioria dos deputados presentes
( maioria que não apareceram na homenagem aos 18 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente ), outorgou o título de Cidadão Pernambucano para :
Os revolucionários Chimbinha e Joelma
Cidade enlouquecida.

Silvino Neto,
Recife, 27 de Outubro de 2009.

Haiti: Quando a ajuda se torna esmola.

Em meio a trajédia nos deparamos com a mesquinharia dos chamados “desenvolvidos” para a ajuda humanitária. Vejamos os números: O Brasil, com US$ 15 milhões contribuiu mais do que a soma prometida por muitos países desenvolvidos, como Espanha (US$ 4,37 milhões), Alemanha (US$ 2,3 milhões), Holanda (US$ 2,9 milhões), Itália (US$ 1,5 milhões), Dinamarca (US$ 2 milhões), Suécia (US$ 1 milhão).
Aí algum capitalista diz: “Os EUA ajudaram com US$ 100 milhões!!!”
Que bom! Mas, lembram de quanto foi a ajuda do governo norte-americano aos Bancos durante a crise recente? Incríveis US$ 700 BILHÕES! Só no primeiro “pacotinho” (sete mil vezes maior do que a doação feita ao Haiti). O montante de ajuda no total pode chegar a (pasmem) US$ 1,5 trilhão (não vou nem contar quantas vezes dá isso). Tudo isso para alimentar o setor financeiro, responsável por lucros exorbitantes, e contribuinte direto para a desigualdade social. (É sério, os investidores não costumam dividir o que ganham, eles aplicam para ganhar mais).
A desigualdade capitalista que fez com que o Haiti não se preparasse para os tremores, visto que o país situa-se em área de risco, é a mesma desigualdade que proteje os investimentos no Japão. E olha que lá no Japão a média é de 3 tremores de terra por dia!!!
Então… Entenderam? É incrível como milhões de vidas valem tão pouco aos olhos do capitalismo.
P.s.: Não critico as pessoas e intituições filantrópicas que tiveram compaixão e ajudaram, mesmo sem ter muito, na reconstrução do Haiti.